O prefeito de Itaquaquecetuba, Dr. Mamoru Nakashima, a secretária de Saúde, Dra. Luzia Shibata e o secretário de Governo, Elidio Moreira, receberam na tarde de hoje (21/3), membros do Conselho Municipal de Saúde e a vereadora Adriana Félix – PR. O encontro foi para discutir os problemas da saúde de Itaquaquecetuba e dar sugestões que possam dar solução a eles.

O presidente do Conselho, Florisvaldo da Silva, entregou ao prefeito Mamoru uma pauta de reivindicações, que incluem, entre outros temas, a falta de medicamentos em UBS, a falta de manutenção e o pedido de um prazo para a solução de todos os problemas encontrados na gestão de saúde do município.

O Dr. Mamoru recebeu as reivindicações, afirmando que não apenas sabe de todos os problemas, mas que é o mais interessado em resolver. “Minha preocupação vem de antes da eleição, mas não há como dar uma data certa para tudo ser solucionado. Estamos resolvendo os problemas na medida das possibilidades”, afirma o prefeito, explicando que o processo de licitação de compra de remédios, por exemplo, já foi efetuado.

De acordo com a secretária de Saúde, Dra. Luzia, e o secretário de Governo, Elidio, o município tem feito grandes esforços para gerenciar os recursos da pasta da Saúde, especialmente os que vêm dos programas federais e estaduais, de modo que não haja mais carências no município. “Saúde é mais do que fazer o Pronto Atendimento funcionar. É fazer as UBS funcionarem; é entregar a UPA; é ter remédio e médico atendendo; é ter pessoal motivado no atendimento. Teremos estrutura física e pessoas motivadas fazendo isso funcionar”, afirma Elidio Moreira.

O presidente do Conselho de Saúde solicitou que as melhorias que vêm sendo feitas sejam passadas mais rapidamente a eles, para que possam dar mais esclarecimentos à população sobre o andamento das pendências.

Entre as pendências apresentadas, o Dr. Mamoru destacou a falta de manutenção nos equipamentos da Saúde (prédios etc.), e destacou que as equipes que estavam fazendo esses serviços na educação agora serão deslocados para a Saúde para fazer os reparos necessários.

A Dra. Luzia destacou que a cidade está procurando um sistema de gestão de saúde que ajude a controlar todos os setores: “Gestão de Saúde não é simples, mas há sistemas que ajudam a humanizar o tratamento dado aos pacientes e que facilita a vida dos funcionários, mas é preciso que esses funcionários sejam capacitados para fazer bom uso dessas ferramentas de trabalho”.

O médico encerrou a reunião agradecendo pelas análises feitas: “É muito importante o Conselho nos procurar para expor as críticas. Eu não estou buscando o elogio. Mas também conheço os problemas e gosto de saber que tenho pessoas que vêm me aconselhar, me ajudar a administrar e a construir”.

Fonte: Assessoria de Imprensa Municipal